Educação sexual para adolescentes

Pré estabelecemos o conceito de que conversar sobre sexualidade pode ser caminho para incentivo da prática sexual quando, na realidade, o diálogo pode servir como alerta. Esclarecer os pontos para adolescentes não significa resultar em entusiasmar precocemente o ato para eles. 

Encarar a sexualidade com positividade e responsabilidade, auxiliará os adolescentes a não banalizar a prática, tampouco fazê-la apenas por curiosidade e sede carnal. Os adolescentes querem saber mais sobre sexo, mas na maioria das vezes eles se sentem desconfortáveis em falar sobre isso com os adultos, logo, enfrentar a questão de forma correta é positivo para todos os lados.

Vamos, então, compreender que falar sobre sexo não tem que ser um incômodo. Ainda que, de início, pareça difícil, quebrar a barreira é um ótimo passo e rapidamente o desconforto desaparecerá. 

Se os jovens se acostumarem a falar sobre sexualidade com os adultos, serão capazes de falar sobre com os seus parceiros, em relação ao que gostam e ao que não gostam, sobre o que desejam e que não desejam. Em outras palavras, isso irá facilitar a comunicação, reforçará a sua autoestima e os fará menos vulneráveis.

Já parou para refletir que os jovens só querem alguém a quem confiar em conversar abertamente sobre sexualidade?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Terapia Sexual - como é?

Perdi o desejo sexual, e agora?